Como Instalar o MongoDB 3 no Google Cloud Compute

  • publicado 17/03/2015 11:29

O Google Cloud Plataform é a iniciativa do google em trazer o poder de seu parque de máquinas para mais perto dos desenvolvedores, permitindo a contratação de servidores virtuais a preços acessíveis e em uma interface altamente configurável, no melhor estilo amazon de ser.

Uma das vantagens do ambiemte GCP é o Click-to-Deploy, a ferramenta do Google que a instalação de soluções pré-configuradas e prontas para uso. Nos últimos dias, tive a oportunidade de experimentar uma das soluções do C2D, a solução para MongoDB, e posso dizer que ela é bastante robusta, pelo valor cobrado. Nesta postagem vou explicar como configurar e atualizar sua configuração MongoDB para utilizar a última versão da plataforma.

Google Cloud Platform

A primeira coisa a fazer antes de usar a GCP é vincular sua conta do Google à plataforma. Visite o site http://cloud.google.com/ e inscreva-se para uma avaliação gratuita. Na avaliação gratuita, o Google lhe dá um crédito de $300, com duração de 2 meses, para fazer o que quiser na plataforma, o que é uma oferta bem generosa, visto que cada máquina virtual que você subir só irá "gastar" o seu crédito enquanto não estiver ociosa. Outra vantagem do plano é que ele não vai te cobrar nada, mesmo que você chegue ao limite de $300, a não ser que você confirme explicitamente que quer continuar com o serviço.

Ok, criada sua conta, crie um projeto. Na tela administrativa do seu projeto, na coluna esquerda, clique no link "clique para implantar". Aparecerá um conjunto de soluções prontas na tela. Escolha a solução mongodb. A solução padrão do MongoDB utiliza 2 instâncias de 4 CPUs high mem mais uma micro instância árbitro de 1 CPU e outra instância coordenadora, transiente. Essa última instância será apagada ao fim do deploy, contudo, é necessário que ela possa ser criada durante o deploy para a instalação funcionar.

Primeiramente, diminua o tamanho das instâncias do MongoDB para 2 CPU high mem, pois no período de avaliação, você tem direito a apenas 8CPUs. Agora, clique em "opções avançadas", no final do formulário, e adicione uma keyfile para o seu servidor MongoDB. A keyfile pode ser gerada com o comando:

openssl rand -base64 741 > mongodb-keyfile

A keyfile serve para garantir a autenticidade de comunicação entre suas instâncias mongodb. Confirme a criação do seu servidor e aguarde. Demora um pouco até estar tudo pronto.

Tudo Pronto

Tudo pronto, tudo ok, sua instância mongodb está rodando. A primeira coisa que você deve fazer é se conectar à cada uma das máquinas virtuais criadas (incluindo o árbitro), remover o mongodb 2 instalado e instalar o mongodb 3. Utilize o gcloud para se conectar às máquinas. Uma vez conectado, remova o mongodb instalado:

sudo apt-get remove mongo*

Agora, siga as instruções neste link para instalar a versão mais nova do mongodb. Pronto! Você já instalou a versão mais nova do mongodb no seu deploy.

Agora, uma dica, para se conectar ao mongodb por outra máquina virtual, com sua aplicação, por exemplo, certifique-se que estão na mesma rede ou que as regras de firewall estão corretas. Você também deve criar um usuário admin e um usuário de acesso para cada banco de dados que você criar. Esses dois links: http://docs.mongodb.org/manual/tutorial/add-user-administrator/ e http://docs.mongodb.org/manual/reference/method/db.createUser/ vão te ajudar nessa tarefa. Boa sorte e bom desenvolvimento ; )